Processos para alcançar as metas na construção civil - Lamb Construções e Engenharia

Processos para alcançar as metas na construção civil

A definição e o alcance de metas é parte fundamental para uma boa gestão e seus resultados. Para o ramo da construção civil, isso fica ainda mais evidente, visto que elas estão diretamente ligadas ao cronograma, custos, riscos e eficiência de uma obra.

Quais são os principais empecilhos para alcançar as metas e explicar quais processos na construção civil contribuem para que os objetivos sejam atingidos? Continue acompanhando e saiba mais!

Quais são os principais vilões dos resultados na construção civil?

Todo gestor deve se preocupar com as falhas e os pontos fracos dos processos, que acabam prejudicando os resultados e, por muitas vezes, o cumprimento das metas determinadas. Contudo, para que as melhorias possam ser implementadas, é necessário mapear esses processos, analisá-los e identificar os pontos que necessitam ser aprimorados, para só então criar planos de ação e prosseguir com as mudanças.

Apesar de cada empresa apresentar seus problemas de forma particular, vamos listar a seguir alguns dos problemas mais comuns e que impedem os setores de alcançar as metas. Confira:

PLANEJAMENTO INADEQUADO

Na pressa de partir para a etapa de execução e colocar o projeto em prática, é muito comum que se gaste pouco tempo planejando. A falta de análises mais profundas – principalmente de custos, riscos e prazos – dos processos e os possíveis impactos negativos pode fazer com que alguns processos acabem comprometidos e não apresentem os resultados esperados;

RETRABALHO

O retrabalho acontece quando determinada atividade não foi executada como deveria, ou não houve o devido alinhamento com outras etapas, e precisa ser feita novamente, da forma correta;

DESPERDÍCIOS

Seja de mão de obra, recursos, tempo ou dinheiro, os desperdícios caracterizam um dos principais problemas para que a gestão possa alcançar as metas;

IRREGULARIDADES

Quando falamos em processos na construção civil, irregularidades podem surgir a qualquer momento. O problema é quando elas não são identificadas e não é possível encontrar soluções ágeis, viáveis e eficazes.

FALTA DE MOBILIDADE

A ausência de ferramentas móveis que possam auxiliar o engenheiro e seus auxiliares fazer a gestão de projetos por onde forem também impactam no cumprimento do objetivo.

Afinal, quais processos na construção civil podem contribuir para que as metas sejam alcançadas? Abaixo listaremos alguns deles:

INDICADORES DE DESEMPENHO

Os indicadores de desempenho – também chamados de KPI’s – são a melhor forma para compreender a operação, analisar os resultados e compará-los aos objetivos propostos. É através deles que é possível identificar os gargalos e o que pode ser feito para corrigi-los. Entretanto, é preciso tomar cuidado para não perder o controle tentando gerenciar vários indicadores que na verdade não revelam nada de importante, fazendo a gestão daqueles que estão alinhados com a estratégia da empresa.

MOBILIDADE

A mobilidade permite que um engenheiro acesse informações importantes a respeito da obra, sem que seja necessário estar no escritório para que isso seja feito. Através de um software específico e um tablet, por exemplo, é possível acessar os dados de qualquer lugar a qualquer momento – o que facilita, e muito, o processo de tomada de decisão.

MELHORIAS CONTÍNUAS

Apesar de não ser um processo, propriamente falando, as melhorias ajudam a identificar falhas e corrigi-las para que a performance dos processos seja aprimorada – assim como seus resultados. Com elas é possível reduzir desperdícios, retrabalhos, custos e aumentar a produtividade das equipes.

CRONOGRAMA

O cronograma deve ser bem detalhado e definir as responsabilidades de cada parte. Sua elaboração deve levar em consideração a realidade do canteiro de obras, a disponibilidade de recursos e mão de obra para a execução das etapas. Um cronograma mal planejado aumenta os riscos, a incidência de irregularidades, as possibilidades de estourar o orçamento e compromete a motivação da equipe.

Como podemos ver, o planejamento, acompanhamento e controle dos processos são fundamentais para que se possa alcançar as metas e obter bons resultados em uma obra – assim como a identificação e a correção das falhas.

O que achou desse artigo? Comente com suas opiniões e compartilhe o conteúdo com outras pessoas no Linkedin!