Design and Build: Conheça tudo sobre este modelo de contratação que engloba os Projetos de Engenharia - Lamb Construções e Engenharia

Design and Build: Conheça tudo sobre este modelo de contratação que engloba os Projetos de Engenharia

Design-build (ou design / build e abreviado D-B ou D / B) é um sistema de entrega de projeto usado no setor de construção. É um método para entregar projetos de engenharia no qual os serviços de projeto e construção são contratados com uma única entidade, normalmente uma empresa construtora.

Em contraste com “design – bid – build” DBB (ou “projeto-orçamento-construção), o “design – build” depende de um único contrato de responsabilidade e é usado para minimizar riscos para o proprietário do projeto e reduzir o cronograma de entrega ao sobrepor o projeto com a construção de um edifício. “O DB, com sua responsabilidade de ponto único, carrega os remédios contratuais mais claros para os clientes, porque o contratado do DB será responsável por todo o trabalho no projeto, independentemente da natureza da falha” ( Murdoch e Hughes, 2007).

 

Como funcionam os Projetos de Engenharia no sistema Design and Build

A abordagem tradicional para projetos de engenharia consiste na designação de um projetista de um lado e a nomeação de um contratado para construção do outro lado. A rota de aquisição “design-build” altera a sequência tradicional de trabalho. Ele responde aos desejos do cliente por um único ponto de responsabilidade na tentativa de reduzir os riscos e os custos gerais. É comumente usado em muitos países e as formas de contratos estão amplamente disponíveis.

“Design-build” é, por vezes, comparado com a abordagem “construtor mestre”, uma das formas mais antigas de procedimento de construção. Comparando design-build com o método tradicional de aquisição, alguns autores americanos observaram que: “de uma perspectiva histórica, a chamada abordagem tradicional é, na verdade, um conceito muito recente, em uso há aproximadamente 150 anos” (Instituto Canadense do Projeto-Construção). Em contraste, o conceito de “design-construção” – também conhecido como conceito “construtor mestre” – foi relatado como estando em uso por mais de quatro milênios.

Assumindo responsabilidade singular, a equipe de projeto de engenharia é responsável pelo custo, cronograma e desempenho, sob um único contrato e com papel administrativo reduzido, os clientes podem se concentrar no projeto em vez de gerenciar contratos díspares. Além disto, ao fechar as lacunas de garantia, os proprietários de edifícios também eliminam virtualmente as reivindicações de litígios.

 

Vantagens do sistema Design and Build

Em março de 2011, os consultores da indústria ZweigWhite(EUA) publicaram “Design-Bid-Build e a oposição”. Nela, eles sugerem que enquanto o Design-Bid-Build “ainda governa”, esta abordagem tradicional está perdendo porque “métodos alternativos de entrega de projetos ameaçam o modelo” levando a soluções mais rápidas e econômicas.

As tendências emergentes na entrega parecem apontar para um retorno ao conceito primordial do mestre-construtor, como exemplificado por D / B e/ou nos modelos de contrato do tipo EPC (engineering, purchase, construction), cuja denominação é diferente, mas, na essência, funcionam da mesma maneira.

De acordo com o DBIA(Design-Build Institute of America), a abordagem projeto-construção oferece vantagens aos proprietários, incluindo: “Uma equipe, um contrato, um fluxo unificado de trabalho, desde o conceito inicial até a conclusão.”

O sistema DB economiza tempo e dinheiro para o proprietário, ao mesmo tempo em que oferece a oportunidade de obter inovação nas instalações entregues. O valor é adicionado porque o “design-build” traz engenharia de valor (1) para o processo de design no início de um projeto. Design-build permite que o empreiteiro, engenheiros e prestadores de serviços de comércio especializado (subcontratados) proponham soluções de melhor valor para vários elementos de construção antes que o projeto seja concluído. Design-build reúne todos os membros de uma equipe de projeto no início do processo para identificar e abordar questões de custo, cronograma e capacidade de construção.

Como benefício do sistema, são minimizados os conflitos entre projetistas e contratados e reduzidos os riscos do proprietário com relação a erros de projeto. Uma vez finalizado o projeto e iniciada a construção, a maior oportunidade para obter economias de custo já foi perdida e o potencial para erros de projeto é maior, levando a pedidos de alteração que criam crescimento de custo e atrasos no cronograma. O sistema permite que os proprietários evitem ser colocados diretamente entre o arquiteto/engenheiro e o contratado. No sistema design– bid – build, o proprietário assume riscos significativos por causa dessa posição.

 

O sistema Design-build (projeto e construção) coloca a responsabilidade por erros de projeto e omissões no projetista-construtor, aliviando o proprietário das principais responsabilidades legais e gerenciais. A carga desses custos e riscos associados é transferida para a equipe de design e construção.

 

Como o método Design and Build gera economia?

A redução de custos e cronogramas e a diminuição do litígio associado à entrega de projetos de design e construção foram demonstrados repetidamente. Pesquisas sobre Seleção de Sistemas de Entrega de Projetos realizadas por Victor Sanvido e Mark Konchar da Pennsylvania State University descobriram que projetos de design build são entregues 33,5% mais rápidos do que construções projetadas e construídas sob contratos separados (design-bid-build). Sanvido e Konchar também mostraram que os empreendimentos são construídos 12% mais rápidos e têm um custo unitário que é 6,1% menor do que os projetos onde o projetista é contratado separado do construtor.

 

Design-Bid-Build project timeline

 

Um estudo de 2011 que analisa o método de projeto de design e construção nos Estados Unidos mostra que design-build foi usado em cerca de 40% dos projetos de construção não-residencial em 2010, um aumento de 10% desde 2005. O estudo foi encomendado pela Design-Build. Institute of America (DBIA) e foi concluído pela RSMeans Reed Construction Data Market Intelligence.

O sistema se mostra particularmente eficiente onde os objetivos do projeto de construção são diretos, limitados pelo orçamento ou pelo tempo, ou o resultado é prescrito por requisitos funcionais (por exemplo, uma rodovia, instalações esportivas, cervejaria, hospital, fábrica). O sistema é descrito como de alto desempenho, com uma abordagem dinâmica para a construção de edifícios que apresentem uma alternativa à abordagem tradicional de “design-bid-build”.

A Lamb Construções e Engenharia participou de inúmeros contratos de D&B, onde foi responsável pelo escopo integral do projeto, garantindo com isso a qualidade, prazo e preço definidos pelo contratante, assumindo com isso os riscos inerentes ao projeto, e atendendo aos requisitos técnicos definidos inicialmente pelo cliente. Foram cases de sucesso obras como a Biblioteca UnilaSalle, onde o projeto básico e arquitetônico ficou também a encargo da Lamb, assim como inúmeros projetos fabris, tais como SL Logistics, Autoneum, Copelmi Mineração e tantos outros.

Conheça mais do portfólio da Lamb Construções.

 

* Nos estudos de EV, a equipe realiza a análise de um projeto sob a ótica das funções essenciais do produto ou empreendimento, a fim de gerar alternativas que melhorem a situação atual. O sucesso da metodologia é proporcionado justamente pela sua habilidade em concentrar os esforços da equipe na busca de soluções que cumpram estas funções com menores custos de construção, operação e manutenção, sem, contudo, prejudicar a qualidade, confiabilidade, segurança e vida útil do empreendimento analisado.